O Estádio do Canindé, oficialmente denominado de Estádio Doutor Oswaldo Teixeira Duarte, localiza-se na margem do Rio Tietê, em São Paulo, e pertence à Associação Portuguesa de Desportos, um gigante adormecido do futebol brasileiro.

Parte do complexo desportivo esteve recentemente à venda em leilão, mas ninguém apareceu para arrematar o terreno. Os dirigentes da Lusa mostraram-se agradados com o fim do leilão, uma vez que consideram que o valor inicial, de 74 milhões de reais, é muito baixo.

O tradicional clube paulista, que disputa a Série D do Brasileirão, decidiu vender o seu estádio para quitar dívidas de mais de 50 milhões de reais que possui com ex-atletas e fornecedores. Agora, a Lusa terá mais tempo para procurar novas alternativas para salvar o seu estádio.

O Canindé é tido como a tábua de salvação do clube, afundado em dívidas. Há anos que se especula uma parceria com empresas imobiliárias para a concessão do terreno, mas o projecto nunca saiu do papel.

Hoje, o complexo desportivo encontra-se triste e abandonado, desprovido de vida e de pessoas…