Fotojornalista norte-americano David Gilkey morto em ataque

ng6962622

A morte de David Gilkey foi anunciada a National Public Radio (NPR), a rádio pública dos EUA, para qual trabalhava. O tradutor afegão foi identificado como sendo Zabihullah Tamanna.

Dois outros jornalistas que viajavam com Gilkey, Tom Bowman e Monika Evstatieva, saíram ilesos. “O David estava a cobrir a guerra e o conflito no Iraque e no Afeganistão desde o 11 de Setembro. Estava comprometido em ajudar o público a ver estas guerras e as pessoas nelas envolvidas. Morreu a perseguir esse compromisso”, afirmou Michael Oreskes, vice-presidente e director editorial da NPR.

“Como homem e como fotojornalista, David revelou a humanidade de todos à sua volta. Deixou-nos ver o mundo e cada um de nós através dos seus olhos”, concluiu.

David Gilkey era fotógrafo e editor de vídeo de NPR, foi um dos primeiros jornalistas a ir para o Afeganistão e o primeiro a atravessar a fronteira do Iraque, incorporado no exército norte-americano, tendo feito a cobertura da guerra ao terrorismo desde os ataques às torres gémeas dos Estados Unidos, a 11 de Setembro de 2001.

O jornalista ganhou várias distinções pelos seus trabalhos.

in Jornal de Notícias

Sem comentários.

Deixe um comentário